Personalize o site:
Flores Fundo Branco Ipatingao Parque Ipanema Fundo Cinza
busca
Fechar [X]    ..:: Acesse nosso WebMail ::..

 @camaraipatinga.mg.gov.br

   
Tamanho do texto -   Diminui Fonte   AumentaFonte
Ipatinga é a 3º cidade mineira em que mais se denuncia casos de abusos contra menores Publicado em 16/05/2018
<< Voltar
Ipatinga é a 3º cidade mineira em que mais se denuncia casos de abusos contra menores

Grande número de denuncias se dá em decorrência de um bom trabalho realizado pela rede de apoio e acolhimento às vitimas

 


Ipatinga é a 3º cidade de Minas que mais recebe denúncias de caso de abusos contra crianças e adolescentes, ficando atrás apenas da capital Belo Horizonte e de Contagem. “Esse dado, que é da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, reflete no resultado de um trabalho de parcerias entre o município, por meio das ações das instituições de atendimento a criança e adolescente, das Polícias Civil e Militar, do mandato do vereador Ademir Claúdio, do Conselho da Infância e Adolescente, da Fundação São Francisco Xavier e de outros parceiros”, disse o presidente do Conselho da Infância do Município, Leonardo Oliveira.


Segundo ele, apesar do número, estima-se que apenas 7% dos crimes cometidos sejam denunciados, “ficando uma margem muito grande e em aberto de subnotificações de um crime que não pode ser silenciado e que, para que a denúncia ocorra, precisamos nos unir e favorecer a rede de acolhimento e apoio a vítima”, comentou Leonardo.


Autoridades de diversas instituições que trabalham com a proteção

de crianças e adolescentes participaram da audiência pública


Uma das ações práticas que favorecerá o acolhimento da vítima foi anunciada pelo delegado regional Tiago Alves. Segundo ele, para investigar o abuso contra o menor, que não precisa ser representado para ser investigado, um importante aliado será a informação que será repassada à Policia Civil pelo Hospital Márcio Cunha, quando este atender às vitimas de abuso.


“No sentido de minimizar o sofrimento do abusado, uma vez avisados do crime pelo HMC, iremos acionar o legista para que ele colha as provas materiais do crime ainda no hospital, evitando mais desgaste da vítima em ter que ir até o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito”, explicou Tiago.


Ele ainda relatou que outro ganho para a sociedade da prévia informação de paciente com caso de abuso é quanto à instauração de uma investigação que venha penalizar os culpados, uma vez que, infelizmente, para este tipo de crime, as famílias nem sempre prosseguem com as denúncias, e os crimes sequer são informados a Polícia. “Neste contexto, é fundamental a parceria da Policia Civil e Hospital, uma vez que procederemos à investigação com ou sem a vontade de familiares dos menores”, informou o delegado.


O presidente da Câmara, vereador Masinho, destacou a importância

do trabalho em conjunto das diversas entidades para combater a pedofilia


Para o presidente da Câmara, Osimar Barbosa - Masinho, o Legislativo promovendo estas audiências sobre o tema “oportuniza e municia os parlamentares de informações para a construção de ações e políticas públicas em prol do menor”, disse.


Para o autor do requerimento, vereador Ademir Claúdio, “nosso gabinete tem levantado esta bandeira de combate à pedofilia desde quando fomos eleitos. Há quase cinco anos criamos o projeto da Semana de Combate à pedofilia, e desde então temos promovidos ações que visam o combate do crime. Nossa parceria com a Escola Profissionalizante Tenente Osvaldo Machado (EPTOM) tem dado muito certo e não temos a menor intenção de parar”, comentou Ademir.


O vereador Ademir Cláudio ressaltou que o combate à pedofilia é uma

bandeira que seu mandato sempre defendeu


Segundo Informações do Disque Direitos Humanos, 80% dos crimes de abusos que ocorrem são praticados contra menores de até 14 anos; 54% das vezes ocorrem em casa contra 24% das vezes na casa do suspeito, e em apenas 20% dos casos se dá entre desconhecidos.




Mapa do Site  PRAA DOS TRES PODERES, S/N | CENTRO | IPATINGA | MG - CEP: 35160 011 - FONE: (31) 3829 1200 | FAX: (31) 3829 1240